Esportes

Fla é vice após Muralha cair 5 vezes pra direita e Diego, batedor oficial, perder cobrança de pênalti

Diego-e-Muralha

O Cruzeiro é pentacampeão da Copa do Brasil! E, como costumam dizer os treinadores, ‘futebol é feito de detalhes’. E foram dois detalhes que determinaram o título do Cruzeiro nos pênaltis: o goleiro Muralha pulou cinco vezes para o canto direito e não pegou, nem chegou perto de pegar uma cobrança do Cruzeiro; e Diego, batedor oficial do Flamengo, teve o pênalti batido defendido pelo goleiro Fábio. Ao sair de campo,  Muralha disse que pular para o mesmo ‘foi uma estratégia, infelizmente não deu certo’, e saiu debaixo de vaias. Nas redes sociais, o goleiro foi o principal alvo das gozações das torcidas dos rivais Vasco, Fluminense e Botafogo.

Na verdade, o Cruzeiro chutou pouco a gol e Muralha foi pouco exigido durante os 90 minutos. Mas, num dos poucos chutes, o goleiro do Fla Muralha falhou, mas a cabeçada de Arrasceta raspou a trave.

Ao final, o time mineiro venceu a  disputa por 5 a 4 no Mineirão

Confira:

Depois do empate por 1 a 1 na primeira final contra o Flamengo, o time celeste recebeu os cariocas no Mineirão. No tempo normal, 0 a 0 (na decisão gol fora não é usado como critério de desempate). Nos pênaltis, 5 a 3 para os donos da casa. E aí dois detalhes que marcaram

O Cruzeiro iniciou batendo os pênaltis, Henrique, Léo, Hudson, Diogo Barbosa e Thiago Neves fizeram o gol que garantiram o título e, por tabela, a classificação para a fase de grupos na Libertadores-2018. Já o Flamengo acertou com Guerrero, Juan e Trauco. Diego, que bateu o terceiro, viu o goleiro Fábio defender a sua cobrança.

Com o resultado, o Flamengo agora só tem a disputa do Brasileiro. A equipe é a sétima colocada com 39 pontos, 15 atrás do líder Corinthians.

Flamengo inicia bem e acerta a trave com Guerrero

Mesmo jogando fora de casa e com o estádio lotado de cruzeirenses, o Flamengo não se intimidou e iniciou duelo com bom rendimento. A equipe de Rueda tocava bem a bola e não mostrou afobação com o peso da decisão. O primeiro gol só não saiu por detalhe logo nos primeiros minutos. Em cobrança de falta, Guerrero bateu muito bem e a bola beliscou o travessão de Fábio, aos 6min.

Cruzeiro melhora e coloca Muralha para trabalhar

Aos poucos o Cruzeiro conseguiu se ajustar em campo e oferecer perigo ao adversário. Os mineiros não confiavam muito em Muralha e passaram a arriscar chutes de fora da área. Thiago Neves teve a melhor chance aos 14min, quando recebeu na grande área e chutou por cima do gol rúbeo-negro.

Donos da casa ensaiam pressão após intervalo, mas sem grande chance

Na volta do intervalo, os donos da casa voltaram dispostos a abrir o placar. O Cruzeiro passou a tocar a bola perigosamente, em algumas vezes até dentro da área do Flamengo. O problema é que os mineiros não conseguiram criar grandes oportunidades e viram os cariocas equilibrarem novamente o duelo.

Muralha falha, mas Arrasceta perdoa.

A insegurança em Muralha se justificou. O goleiro teve atuação irregular, apesar de boas defesas ao longo do jogo. Aos 33min do segundo tempo, a pior falha. Ele errou o tempo de bola e deixou o gol livre para Arrascaeta. O uruguaio, no entanto, não teve a frieza do matador e acertou a rede pelo lado de fora. A chance mais fácil do duelo.

Fonte: Campos 24 hs

ACESSOS AO SITE

contador gratuito

PATROCINADORES

user_1331437033

Unidas Farma Padrão Transmania telecom-banner Spesse e Guty Guty Sem título-1 radio28849_1439401703 Panfleto_15x21_HYG_CURVAS padaria Logo_Performa Italva - RJ ÚNICA 2016 IMG_20161124_133658.jpg.opt464x249o0,0s464x249 download download (1) domingos_manutencao crbst_tony_lar_logo cartao fundo pretoaltaresolucao 20767835_1924184521176462_975579014721093688_n 00b49c416b24dd6eacbb598f9b712507_400x400