Meio Ambiente

Estiagem prejudica municípios do Noroeste Fluminense

RIO VAZIO

Moradores de municípios do Noroeste Fluminense estão em alerta devido à estiagem dos rios da região. Nesta quarta-feira (27), Santo Antônio de Pádua teve o abastecimento de água paralisado devido ao baixo nível do rio Pomba. Em nota, a Águas de Pádua, concessionária responsável pelo abastecimento no município, informou que já realiza obras emergenciais para amenizar a situação. Em Itaocara, onde a maioria dos bairros são abastecidos pelo rio Paraíba do Sul, a Companhia Estadual de Águas e Esgotos (Cedae) garantiu o fornecimento de água e informou que apenas localidades rurais abastecidas com poços têm enfrentado dificuldades.

No rio Pomba, em Pádua, com o baixo volume de chuva, é possível ver pedras e bancos de areia por quase toda a extensão, o que dificulta a capitação de água pelas bombas, conforme esclareceu a empresa Águas de Pádua. Outros pontos de capitação estão sendo prejudicados devido ao período de seca, caso da Estação de Piscicultura do município, onde as bombas não alcançam o leito do rio. Na cidade, a concessionária realizou, de forma emergencial, a abertura do canal de capitação para fazer com que a água chegue até o nível das bombas.

De acordo com o diretor administrativo da empresa José Eduardo Luccas da Costa, outras obras emergenciais serão feitas nos próximos dias. “Sabemos que a água é algo precioso, por isso, é extremamente necessário evitarmos o desperdício. Medidas simples de contenção de gastos podem fazer a grande diferença”, disse Eduardo.

RIO VAZIO 2

A secretaria municipal de Educação cancelou as aulas em todas as escolas da rede municipal de ensino em Santo Antônio de Pádua (sede) e nos distritos de Monte Alegre, Santa Cruz e Marangatu na quinta (28) e sexta-feira (29). De acordo com a secretária Maria Cristina Machado de Souza, algumas escolas já se encontram totalmente sem água.

Ciente da situação, o Prefeito Josias Quintal de Oliveira que estava em Brasília, já está retornando ao município para tomar as primeiras medidas em busca de amenizar os estragos causados por essa longa estiagem.

Itaocara – A mesma estação de tratamento de Itaocara é responsável por Funil, em Cambuci, e o distrito de Batatal. Embora o Paraíba tenha atingido apenas 2,2 metros, a companhia ainda consegue manter o abastecimento normalmente. A Cedae de Itaocara já havia realizado uma manobra preventiva antes da atual estiagem. Em 2014, o nível do Paraíba do Sul havia atingido 1,9m em outubro, considerado o mais baixo dos últimos 90 anos.

Em Laranjais o Ribeirão das Areias está praticamente seco, mas a água que abastece os cerca de 2,6 mil moradores chega do reservatório particular do Engenho Central. Os demais distritos de Estrada Nova e Jaguarembé são abastecidos pelo Rio Negro. (A.N.)

Fonte: Folha 1

 

ACESSOS AO SITE

contador gratuito

PATROCINADORES

user_1331437033

Unidas Farma Padrão Transmania telecom-banner Spesse e Guty Guty Sem título-1 radio28849_1439401703 Panfleto_15x21_HYG_CURVAS padaria Logo_Performa Italva - RJ ÚNICA 2016 IMG_20161124_133658.jpg.opt464x249o0,0s464x249 download download (1) domingos_manutencao crbst_tony_lar_logo cartao fundo pretoaltaresolucao 20767835_1924184521176462_975579014721093688_n 00b49c416b24dd6eacbb598f9b712507_400x400